Skip to content

Copa das Confederações movimentou R$ 3,8 bilhões em BH

24/04/2014

O Ministério do Turismo divulgou recente estudo sobre o impacto econômico da Copa das Confederações no país. O resultado avaliou a movimentação financeira no período, o reflexo no PIB e na geração de empregos. De acordo com a pesquisa, realizada por meio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), Belo Horizonte foi a segunda cidade com a maior movimentação financeira entre as seis sedes (R$ 3,87 bilhões), o que significou R$1,7 bilhão de acréscimo ao PIB da capital. O Rio de Janeiro ficou em primeiro lugar ao movimentar R$ 6 bilhões.

O torneio gerou um movimento de R$ 20,7 bilhões, sendo R$ 11 bilhões referentes a gastos de turistas, do Comitê Organizador Local e de investimentos privados e públicos e outros R$ 9,7 bilhões como renda acrescentada ao PIB brasileiro. A expectativa é de que a Copa do Mundo movimente três vezes esse valor. “Essa movimentação financeira demonstra que alguns setores responderam com muita eficiência às demandas do mercado em Minas, gerando assim mais oportunidades de trabalho”, destacou o secretário de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais, Tiago Lacerda.

D'Minas Turismo com grande operação na Copa das Confederações

D’Minas Turismo com grande operação na Copa das Confederações

O estudo analisa os impactos iniciais, diretos, indiretos e induzidos na economia. Como base para o cálculo, utilizou-se a soma dos investimentos públicos e privados em infraestrutura (R$ 9,1 bilhões), dos gastos dos turistas nacionais (R$ 346 milhões) e estrangeiros (R$ 102 milhões) e dos investimentos do Comitê Organizador Local (COL) no evento (R$ 311 milhões). Desses valores, obteve-se o efeito multiplicador na cadeia produtiva.

A capital mineira aparece novamente em destaque na geração de empregos por cidades-sede. De 303 mil vagas geradas no país, 55.878 são de Belo Horizonte. O Ministério do Turismo explica que este dado considera o conceito “equivalente-homem-ano”, ou seja, não significa que a mesma quantidade de novos empregos foi necessariamente criada. Parte dessa demanda por novos empregados pode ter sido suprida por horas extras, ou simplesmente, com o melhor aproveitamento dos empregados atuais. Desse total, 60% estão nas cidades-sede e 40% no restante do país.

Na Copa das Confederações, o Mineirão foi palco de três jogos, sendo dois da fase de grupos e a vitória brasileira sobre o Uruguai por 2 a 1 na semifinal. De acordo com o estudo, cerca de 37 mil turistas brasileiros e 5.973 turistas estrangeiros passaram pela capital durante o evento.

Um grande público esteve presente nos jogos no Mineirão na Copa das Confederações. Crédito: Omar Freire/Imprensa MG

Um grande público esteve presente nos jogos no Mineirão na Copa das Confederações. Crédito: Omar Freire/Imprensa MG

Para a pesquisa, foram ouvidas 17 mil pessoas e analisados os gastos e investimentos para a realização do evento. Os investimentos feitos até a Copa das Confederações representam 77% do total previsto para as seis sedes do torneio de 2013 e 36% do total projetado para as 12 cidades-sede da Copa do Mundo. Os dados são baseados na versão de abril de 2013 da Matriz de Responsabilidades da Copa.

Copa do Mundo

Na Copa do Mundo, Argentina, Uruguai e Chile se hospedarão em Minas Gerais, transformando o Estado no QG latino-americano e casa de duas grandes seleções, a Argentina, do craque Lionel Messi, e o Uruguai, de Luis Suárez. Além disso, o Mineirão receberá quatro jogos na primeira fase, sendo três deles envolvendo cabeças de chave: Argentina, Bélgica e Colômbia. O outro confronto terá a participação da Inglaterra, seleção campeã mundial. No mata-mata, Belo Horizonte sediará as oitavas de final do torneio e o duelo da semifinal. Craques internacionais como Lionel Messi, Rooney, Kompany, Suárez, Hazard, Gerrard e Lampard irão pisar no gramado do Gigante da Pampulha.

D’Minas Turismo na Copa

Como uma das principais agências que atua na recepção de turistas internacionais a D’Minas Turismo já tem a confirmação para atendimento a diversos grupos, entre eles de familiares de jogadores, grupos corporativos e de incentivo.

A D’Minas Turismo prepara também uma programação de passeios diários para atendimento ao turista que estiver presente na cidade durante a Copa. Os passeios serão realizados em parceria com dois outros receptivos de Belo Horizonte.

A D'Minas Turismo está preparada para repetir o sucesso da operação realizada na Copa das Confederações.

A D’Minas Turismo está preparada para repetir o sucesso da operação realizada na Copa das Confederações.

A D’Minas Turismo está preparada para repetir o sucesso da operação já apresentado na Copa das Confederações, conforme destaca o Diretor Executivo da agência Ricardo Campos. “Na Copa das Confederações garantimos aos nossos parceiros a tranquilidade e segurança na recepção dos torcedores. Uma grande operação que envolveu uma logística especial em Belo Horizonte e interior. Para o mundial de 2014 a expectativa é de mais um show de atendimento, afinal nossa missão é garantir que nossos parceiros fique tranquilos quando o destino de seus clientes for Minas Gerais e que o cliente tenha o devido encantamento pelo destino “, finaliza.

Sua operadora ou agência necessita de um fornecedor qualificado em Minas Gerais? Consulte a D’Minas Turismo, a escolha dos maiores incomings do país.

Fonte: Secretaria de Esportes e Turismo de Minas Gerais – SETES – Foto: Omar Freire/Imprensa MG

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: