Skip to content

Aiuruoca: a exuberância da natureza de Minas

29/05/2012

Minas Gerais tem cidades pouco conhecidas, mas que mantém grande potencial turístico e que apresentam atrativos que valem a pena conhecer. Uma destas cidades é Aiuruoca, localizado em uma região com paisagens exuberantes, muitas cachoeiras, trilhas, montanhas e bosques de Araucárias. O município, que faz parte do circuito turístico Montanhas Mágicas de Minas e da Estrada Real, tem áreas preservadas no Parque Estadual do Papagaio, no famoso Vale do Matutu e também na Serra da Mantiqueira.

Pico do Papagaio: 2100 metros de altitude e vista exuberante. Foto: Guilherme Figueiredo Quadros  - Pousada Do Lado de Lá

Pico do Papagaio: 2100 metros de altitude e vista exuberante. Foto: Guilherme Figueiredo Quadros – Pousada Do Lado de Lá

Aiuruoca, no tupi-guarani “casa de papagaio” (ajuru, papagaio; oca, casa), é uma bucólica cidadezinha do sul de Minas com pouco mais de 6 000 habitantes, que vive sob a influência da pecuária leiteira, embora suas origens remontem à corrida do ouro das Minas Gerais. Fundada pelo bandeirante paulista João Siqueira Afonso que em 1706 transpôs os paredões da Mantiqueira e aos pés de um majestoso pico de formas arredondadas fundou um arraial junto às minas recém descobertas que haviam ganhado o nome de Aiuruoca.

A natureza aqui é o grande atrativo

A região onde está Aiuruoca que compõem a Estrada Real tem diversos vestígios do período colonial, mas a natureza aqui é o grande atrativo. Com sua extensão territorial formada por relevo montanhoso e acidentado a região é composta por inúmeras nascentes, corredeiras, cachoeiras, vales e trechos ainda preservados da exuberante Mata Atlântica, além de enclaves com lindas matas de Araucária. Na região são mais de 80 cachoeiras e ribeirões.

Dezenas de cachoeiras e a harmonia com a natureza. Foto: Guilherme Figueiredo Quadros - Pousada do Lado de Lá

Dezenas de cachoeiras e a harmonia com a natureza. Foto: Guilherme Figueiredo Quadros – Pousada do Lado de Lá

Com espaços preservados os animais também estão por toda a parte. Diversas espécies de anfíbios, aves e mamíferos sobrevivem no parque, com destaque para o macaco sauá, o mono-carvoeiro, o papagaio de peito roxo, o urubu-rei, o lobo guará e a onça parda.

O Pico do Papagaio, 2 100 metros de altitude, é o símbolo e o principal atrativo de Aiuruoca. Chegar no seu topo é deslumbrar- se com uma indescritível vista panorâmica. Lá de cima, avista-se o Pico das Agulhas Negras ao sul, a Chapada das Perdizes ao norte e inúmeras elevações e cidades próximas como Baependi, Alagoa, Itamonte e Pouso Alto.

Os bosques de Araucárias são destaques na paisagem de Aiuruoca. Foto: Rodrigo Fiume

Os bosques de Araucárias são destaques na paisagem de Aiuruoca. Foto: Rodrigo Fiume

O Vale do Matutu (cabeceiras sagradas, em tupi-guarani) está localizado a 18 km do centro da cidade e é outra referência pelas belezas naturais. Uma delas é a deslumbrante Cachoeira do Fundo, com 130 metros de queda. A paisagem do verdejante vale revela ainda as cachoeiras das Fadas e Três Marias e o irresistível Poço dos Maçados, excelente para um reconfortante mergulho. O Vale do Mututu também integra uma Reserva da Biosfera da Mata Atlântica por preservar esse valioso bioma.

Outro vale que também faz a fama de Aiuruoca é o Vale dos Garcias, desenhado pelo serpentear do Ribeirão Papagaios, onde se chega pela estrada que dá acesso ao Parque Estadual Serra do Papagaio. O lugar abriga incontáveis quedas d’água, corredeiras e poços, como o conhecido Poço do Joaquim Bernardo e as cachoeiras da Esperança e do Tiziu, além da Cachoeira dos Garcias, uma das quedas mais belas da região do sul de Minas. De águas límpidas e frias, a cachoeira encanta pelo seu formato e pela paisagem verdejante da Mata Atlântica em volta. No caminho, os encantadores cenários do vale que podem ser contemplados do alto de mirantes naturais, a maioria a quase 1 800 metros de altitude.

Cachoeira dos Garcias: uma das quedas mais belas de Minas. Foto: Guilherme Fiqueiredo Quadros - Pousada do Lado de Lá

Cachoeira dos Garcias: uma das quedas mais belas de Minas. Foto: Guilherme Fiqueiredo Quadros – Pousada do Lado de Lá

Ricos exemplares da fauna e flora podem ser observados na imponente mata que fazem da cidade de Aiuruoca o lugar ideal para um delicioso contato com a natureza.

Este paraíso natural é mais um dos atrativos para sua viagem a Minas Gerais.

Fonte: Revista Sagarana

Fotos: Guilherme Figueiredo Quadros – Pousada do Lado de Lá e Rodrigo Fiume

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: