Skip to content

Belo Horizonte está entre as 10 cidades mais visitadas pelos estrangeiros no Brasil

27/10/2011

A recente pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo e pela Embratur realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – FIPE e intitulada de Caracterização e Dimensionamento do Turismo Internacional no Brasil 2010 revelou que Belo Horizonte é a 7ª cidade na preferência dos turistas estrangeiros.

Belo Horizonte subiu duas posições no ranking de cidades mais visitadas por turistas estrangeiros no Brasil, em 2010, tendo crescido sua participação de 1,9%, em 2009, para 2,1% dos turistas estrangeiros que vieram ao Brasil, no ano passado. Com isso ultrapassou a participação de Curitiba e Camboriú (SC).

Conjunto arquitetônico da Pampulha atrai turistas do mundo inteiro

Conjunto arquitetônico da Pampulha atrai turistas do mundo inteiro

Para o presidente da Embratur, Flávio Dino, o interesse pela capital deve aumentar com a proximidade da Copa do Mundo de 2014. “Todo o Brasil terá um nível de exposição na mídia internacional que é inédito, aumentando o nível de conhecimento sobre o país no mundo”, afirma.

Para Dino “Belo Horizonte é uma metrópole contemporânea que concentra uma série de eventos técnico-científicos e econômicos que a coloca entre as 50 cidades que mais recebem eventos nas Américas. Esses atrativos fazem com que a capital mineira figure em 7º lugar entre os locais mais visitados no país por turistas estrangeiros” avalia.

Para o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, esse bom resultado é a demonstração de um trabalho bem feito e constante dos governos estadual e municipal, em conjunto com todo o trade turístico.

A Praça do Papa: BH vista do alto

A Praça do Papa: BH vista do alto

BH cada vez melhor

A Copa do Mundo de 2014 tem proporcionado a Belo Horizonte inúmeras melhorias que ocorrem por toda a cidade. De projetos de mobilidade urbana, desenvolvimento de novos negócios, atração de novos grupos hoteleiros e aumento da capacidade de leitos, treinamentos para diversas áreas da cadeia que envolve o evento, a evolução é visível.

Mineirão: Copa de 2014 ajuda a cidade a evoluir ainda mais

Mineirão: Copa de 2014 ajuda a cidade a evoluir ainda mais

Mas além das melhorias na infra-estrutura e dos ganhos que a copa tem gerado, Belo Horizonte tem se tornado uma cidade cheia de atrativos para quem a visita. Além de locais tradicionais como a Feira Hippie, o Mercado Central e o complexo da Pampulha, a cidade conta hoje com diversos espaços e movimentos culturais. Um exemplo é o Circuito Cultural da Praça da Liberdade que é considerado o maior circuito integrado de cultura do país, reunindo museus, memoriais e outros espaços.

Outra situação que favorece a cidade é o turismo de negócios e eventos que tem movimentado a cidade. Investimentos como a ampliação e modernização do Centro de Feiras e Exposições George Norman Kutova – o Expominas – revelam a atenção com o setor de turismo, especialmente o de negócios. “Tanto o Expominas quanto o Minascentro já estão com suas agendas para 2012 completas”, comenta o secretário, exemplificando a vocação da capital do Estado para o turismo de eventos e negócios.

Atender bem ao turista, além de uma questão de cordialidade, é uma questão de bons negócios, e a vocação da cidade para o turismo de negócios é uma boa oportunidade de ganho para todos. Enquanto o gasto diário dos visitantes que vêm ao país a lazer é, em média, de US$ 70,53, os viajantes de negócios e eventos não se importam em deixar no Brasil cerca de US$ 119,38 todos os dias. A permanência média desses turistas também é maior. O tempo de viagem é de 12,7 dias, enquanto o turista a passeio fica 12 dias no país.

Praça da Liberdade: circuito cultural no entorno já desperta a atenção dos turistas

Praça da Liberdade: circuito cultural no entorno já desperta a atenção dos turistas

Para a Embratur, não só Belo Horizonte, mas toda Minas Gerais merece atenção especial do ministério e tem muito a lucrar com a realização dos megaeventos esportivos. Em 2010, 56.230 turistas internacionais visitaram Minas Gerais e o Estado foi portão de entrada de 160.449 voos que vieram de fora do país.

“A Embratur tem utilizado os atrativos mineiros em suas ações de promoção no exterior, além disso a realização da Copa do Mundo no Brasil está sendo uma excelente oportunidade de promover mais destinos turísticos brasileiros no exterior, não só as 12 cidades-sede, mas também as cidades turísticas vizinhas que os visitantes aproveitarão para conhecer em sua estada no país durante o período dos jogos”, explica Dino.

A pesquisa revelou ainda:

Dentre outros dados a pesquisa mostra que os três principais emissores de turistas para o Brasil continuam sendo Argentina (1,399 milhão), Estados Unidos (641,377 mil) e Itália (245,491 mil). Somente a Argentina e os Estados Unidos juntos respondem por 40% do receptivo brasileiro e os principais emissores europeus (Itália, Alemanha, França, Portgual, Espanha e Inglaterra) respondem por 22%. Os outros países da América do Sul somados(Uruguai, Chile e Paraguai) são responsáveis por 13% do receptivo de turistas internacionais.

Quanto à motivação de viagem, o lazer responde pela maior parte das visitas (46,1%), seguido de visitas a amigos e parentes (27%) e “negócios e eventos” (23,3%). Nas viagens a lazer, o segmento que desperta o maior interesse é sol e praia (60%), seguido de “natureza e ecoturismo” (26,9%) e “cultura” (8,5%). Nota-se que nos últimos anos o segmento de natureza, ecoturismo e turismo de aventura vem substituindo a preferência pelo segmento cultura.

O tipo de hospedagem mais utilizado pelos turistas que vem ao Brasil são os hotéis, flats, pousadas e resorts (54,2%), a segunda opção ficou para a casa de amigos de parentes (27%). Nas viagens motivadas por negócios, os hotéis e similares foram eleitos como principal hospedagem (84,9%), ao contrário das viagens motivadas por visitas a parentes e amigos, onde casa dos familiares e parentes é o mais utilizado (72,2%).

É bastante positiva a avaliação geral dos turistas: 85% disseram que a viagem superou ou atendeu plenamente. Dos que vieram pelas vias terrestres, essa avaliação positiva alcança 93,5%, enquanto a avaliação de quem veio pelas vias aéreas é de 82%. Um dos dados mais relevantes é a fidelização ao destino, já que 96% dos visitantes sinalizaram a intenção de voltar ao Brasil e 68% já havia estado no país outras vezes. Os itens de infraestrutura e serviços que foram mais avaliados foram: hospitalidade (98%), restaurantes (95%), alojamentos (94%), e táxis (90%). As opiniões menos positivas foram para os preços (60%), rodovias (66,4%), telefonia e internet (74%).

Fonte: Diário do Comércio e Jornal O Tempo

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: