Skip to content

Fatos e Causos das Gerais: o inconfidente Francisco de Paula Freire de Andrade

30/04/2010

Minas Gerais é um estado único, onde a história está incrustada na sua cultura e na vida cotidiana de seu povo. História esta que faz surgir fatos e causos únicos encontrados apenas em nossas terras. Assim vamos sempre publicar algumas destas pérolas que revelam detalhes de nossa história e do imaginário popular.

O fato curioso de hoje foi originalmente publicado no site OuroPreto.com.br e trata do acontecido com o inconfidente Francisco de Paula Freire de Andrade

Nascido no Brasil e ex-comandante da tropa sediada em Vila Rica, era filho de famílias nobres de Portugal. Por ocasião da grande devassa levada a efeito assim que foi denunciada a conspiração, ele foi preso e levado para a Ilha das Cobras. A sentença final o condenou à morte na forca juntamente com mais 11 de seus companheiros. Nesse tempo, morrer na forca era uma humilhação para toda a família e ele estava bastante desgostoso com isso. Poderia até morrer, mas de outra maneira; que fosse fuzilado!

Sua irmã, também brasileira, entrou em contato com amigos e parentes influentes em Portugal para tentar tirar, de seu irmão, a pena de morte. Ela estava empenhada nesta causa quando soube, por pessoas próximas do poder, que a pena de morte havia sido comutada para onze dos implicados e que apenas Joaquim José da Silva Xavier seria morto na forca. Mas tinha um detalhe: essa notícia não seria dada agora. A data do enforcamento era para daí a seis meses e os condenados deveriam sofrer os horrores da véspera da morte até o fim. Somente na véspera da execução, a notícia da comutação da pena de morte seria dada. Então o governo português mostraria sua generosidade, mandando os condenados para o degredo na África.

Tiradentes: o único condenado

Tiradentes: o único condenado

Ao ter essa informação, a irmã do tenente-coronel queria de todas as maneiras aliviar os sofrimentos de seu irmão, fazendo a notícia chegar a seus ouvidos. Mas era uma missão praticamente impossível. Os inconfidentes estavam incomunicáveis e eram rigorosamente vigiados. As únicas pessoas que tinham contato com os prisioneiros eram os carcereiros e os padres. Os padres, mesmo sendo fiéis aos reis portugueses, tinham piedade do sofrimento humano.

Mas como fazer isso sem comprometer o religioso?

Teve uma idéia brilhante: resolveu escrever um bilhete com a notícia da comutação da pena de morte e escondê-lo dentro de uma maçã. Cortou a fruta com uma faca bem fina, tirou um pedaço de seu interior, deixando espaço para colocar o bilhete. Depois fechou com o pequeno cone cortado rente, sem deixar rastro.

Entregou, então, a fruta a um padre que seria o confessor de seu irmão e com lágrimas nos olhos pediu-lhe para entregá-la a ele.

O padre levou a maçã ao seu destinatário naquele mesmo dia. Ele ficou muito agradecido com o carinho de sua irmã, mas sem saber do bilhete, pediu ao padre para dar a fruta ao vigário Toledo, que estava muito abatido.

O padre ficou muito bem impressionado com o espírito altruísta do tenente-coronel e levou a maçã ao Vigário Toledo. Quando ele mordeu a fruta ficou admirado ao ver cair o bilhete. Leu então a notícia tão importante para o seu destinatário, mas indiferente para ele. É que os padres não podiam ser condenados à morte, pagando por seus crimes de outra forma.

Pura ironia do destino! Nenhum dos inconfidentes presos soube da comutação da pena, senão na véspera da execução, como queria a coroa portuguesa. Somente no dia 20 de abril de 1792, eles foram reunidos para a leitura da Carta Régia. Tiraram-lhes das algemas. Apenas o Tiradentes seria enforcado, assumindo a culpa maior pelo movimento libertário de Minas.

Texto de Angela Xavier, adaptado do livro “Tesouros, fantasmas e lendas de Ouro Preto”

Fonte: OuroPreto.com.br

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: